Notícias do Setor

Papel é fabricado com água residual em Israel

Novo método foi inventado por um médico que utiliza resíduos sólidos ricos em celulose como matéria-prima

24/11/2011 – Um médico da região de Tzur Yigal, em Israel, acaba de inventar um novo método para fazer papel. Rafi Aharon desenvolveu o curioso sistema de fabricação utilizando águas residuais de zonas residenciais da cidade. Tudo indica que o método contribui com o meio ambiente e ainda ajuda a baratear o preço da água e do papel.
No processo de transformação, as águas residuais são reutilizadas em um novo recurso de aproveitamento do material sólido que é retido nos filtros das plantas urbanas de reciclagem e que são ricos em celulose. Cerca de 99,9% das águas que saem das casas são compostas por material líquido, sendo que apenas 0,10% pode ser considerada matéria sólida
Segundo o médico, esse percentual é aproveitável porque contém celulose proveniente de alimentos, além de papel higiênico. O método reduz pela metade o material sólido e por isso a unidade de reciclagem precisa de menos eletricidade e produtos químicos para descontaminar a água, o que significa economia para os consumidores.
Depois de serem secados e purificados, os restos podem ser vendidos a empresas de papel a um preço inferior ao do papel reciclado comum. O sistema já foi instalado no sul de Israel, mesmo lugar onde conseguiram produzir grandes quantidades de celulose.

Fonte: Portal Terra / Adaptado por CeluloseOnline

Conheça mais sobre: Meio ambiente LogísticaA Produção do PapelSala de Imprensa